15 vezes 6

vila velha

 

Aqui no Espírito Santos, principalmente na Grande Vitória, os condomínios tem sido caracterizados pela verticalização. Hoje, por aqui, raros são os condomínios de casas, não se vê um canteiro de obra onde o objetivo é formar um bairro com terrenos e casas.

São prédios e mais prédios, uns mais altos que os outros. E, todos caros, bem caros…

O calor das vendas não é mais o mesmo, as construtoras tentam nos catar pelo bração para tentar nos vender apartamentos que não são lá grandes coisas, apesar de serem construídos em prédios cada vez mais altos, são apartamentos cada vez menores.

Não enchem os olhos.

Vemos prédios com mais de 15 andares, nunca com mesmo de 6 apartamentos por andar, praticamente vazios. E, o pior é a propaganda… Logo no início da obra, te assustam, dizem que o imóvel está quase todo vendido, que se você não fechar negócio vai perder a maior oportunidade de sua vida.

Eles estão vazios e, depois que vendeu-se alguns apartamentos, não se pode baixar o preço, afinal, quem já comprou não pode sair no prejuízo. E, seria um prejuízo muito grande.

15 vezes 6, quanto dá? Facilito pra você… O resultado é 90. Contando que pelo menos ¼ do imóvel está parado, temos (mais ou menos) 22 apartamentos sem moradores, se contarmos que os apartamentos não são vendidos a menos de 200.000 reais, calculamos que temos quase meio milhão de reais parados em cada edifício que está sendo construído por aqui.

O valor que é atribuído ao produto não proporcional à qualidade apresentada. Quando digo qualidade falo de tamanho, localização e acabamento. Então, apesar de caros, são ruins. O preço não é proporcional à qualidade do produto. O investimento, por hora, não é tão bom quanto poderia ser.

Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo.
Se alguém constrói sobre esse alicerce, usando ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno ou palha,
sua obra será mostrada, porque o Dia a trará à luz; pois será revelada pelo fogo, que provará a qualidade da obra de cada um.
Se o que alguém construiu permanecer, esse receberá recompensa.
Se o que alguém construiu se queimar, esse sofrerá prejuízo; contudo, será salvo como alguém que escapa através do fogo.
Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês?

1 Coríntios 3:11-16

Somos construções, somos altas e firmes. Somos fortes de vistas. Somos construções que não podem ficar obsoletas e, muito mesmo, desvalorizadas. Temos, que estar com nossos aposentos ocupados.

Nosso principal aposento, é nosso coração. Ele nunca está vago. Nunca está vazio. Pode até estar empoeirado, mas, nunca vazio. Saiba que se Deus não ocupar o lugar dele, outro ocupará. Não importa o tamanho, nem o valor que é dado a esse apartamento de sua alma. Ele, jamais ficará sem um ocupante.

Deus deve ser o morador de nossa construção. Ele deve ser o motivo de nossa obra, o objetivo de nossa edificação, o alicerce de nossa vida, o construtor de nossa estrutura e o único morador desse condomínio.

Em nossa edificação não pode ser um prédio com muitos apartamentos. Temos que ser como as construções de antigamente, temos que ser uma casa, com um bom jardim, onde é possível se plantar belas árvores, colocar rede, plantar um colorido jardim… Nossa construção é espaçosa, confortável, limpa porém, só pode caber um único morador. Adonai Deus.

Se não for o Senhor o construtor da casa, será inútil trabalhar na construção.

Salmos 127:1a

Seu corpo é templo, morada do Altíssimo. E dEle, por Ele e para Ele que você existe.

Quando Deus mora em você, é automático a imagem de Cristo em sua vida. Jesus é glorificado pela presença do Espírito Santo de Deus em sua vida. Quando maior habita o menor, o menor exalta o maior.

Sinta-se um palácio e seja habitação do Rei Jesus!

Minha oração é para que você tenha prudência em sua vida cristã e temor pelo Senhor. Que seu coração seja morada dEle, só dEle. Que sua vida seja uma vida de santidade, e que a paz que excede todo o entendimento arrebate seu coração.

 

Por Cyssu…

Anúncios

Façam suas apostas.

Apostas

 

Quando pensamos nas apostas, o que vem ao nosso imaginário?

 

Cassinos;

Roletas;

Las Vegas;

Baralho;

Cavalos;

Mega Sena…

 

Você pensa na sua vida?

Todos. E reafirmo que todos já, de alguma forma, apostaram alguma coisa em algum momento na vida.

Apostaram sim!

Aposta, segundo alguns dicionários significa um acordo entre duas ou mais pessoas de opiniões diferentes, devendo quem não estiver certo pagar algo previamente convencionado.

Ainda podemos colocar neste assunto: Apostar corridas, bolinha de gude, queda de braço, e por aê vai.

São muitas as apostas que fazemos, e, por incrível que pareça, as apostas são mais corriqueiras do que nós podemos imaginar. Quer ver um tipo de aposta que fazemos? Apostar que o caminho que vamos pegar é sempre o mais rápido para chegarmos onde desejamos. Por vezes, perdemos esta aposta quando há um engarrafamento ou um acidente de percurso. Apostamos quando fazemos uma surpresa para alguém, apostamos também quando escolhemos um emprego novo, uma pessoa nova para nos relacionar. Apostamos sempre.

Nosso cotidiano é uma máquina de apostas.

para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro.
Filipenses 1:21

Quem aposta pra perder?

Quem quer perder, levante o dedo, por favor.

Quando apostamos algo apostamos para ganhar, para termos lucro, para conseguirmos, no mínimo, dobrar a quantia que tínhamos.

Acreditar em Deus, pode ser um aposta na sua vida?

Pode!

Você pode apostar que existe um Deus e que Ele enviou seu filho para morrer por nós e nos redimir dos pecados. Pode também apostar que o Senhor Jesus irá voltar para nos salvar.

A diferença desta aposta é que, ao contrário de todas as outras, nesta você nunca perde.

Apostar em Cristo é ganhar mesmo se por acaso você errar. É Perder ganhando.

Que ganho temos, por exemplo, apostando no ateísmo?

A aposta ateísta nos diz respeito a um universo sem sentido que vaga por nenhuma razão em direção a própria destruição. E só.

Apostar em Deus em sua vida é apostar de forma mais ousada de ver a vida após a morte. É apostar na eternidade.

Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?
Ou, o que o homem poderia dar em troca de sua alma?
Marcos 8:36-37

Perder a alma… Vale a pena?

Existiu um pensador que refletiu em uma aposta. Essa aposta ficou famosa e, praticamente irrefutável em sua lógica. O pensador se chama Pascal, e a aposta é a seguinte:

Como alguém que escolhe ser cristão pode perder? Se, ao morrer, constatar que Deus não existe e sua fé foi em vão, não perdeu nada – pelo contrário, viveu uma vida com mais percepção de sentido e esperança do que um descrente. Se, no entanto, há um Deus e um céu e um inferno, então ganhou o céu, ao passo que um descrente perdeu tudo.

Resumindo em tópicos, o argumento fica assim:

  • se você acredita em Deus e estiver certo, você terá um ganho infinito;
  • se você acredita em Deus e estiver errado, você terá uma perda finita;
  • se você não acredita em Deus e estiver certo, você terá um ganho finito;
  • se você não acredita em Deus e estiver errado, você terá uma perda infinita.

Então, façam suas apostas…

Minha oração é para que você tenha consciência de suas apostas, para que você aposte de forma limpa, e para que você possa apostar na vida eterna com Deus.

 

Por Cyssu…