Outros idiomas.

bandeiras

É muito legal quando a gente aprende outros idiomas. Muito bom poder escutar entender alguém falando com você eu uma língua que não é a sua.

É um crescimento intelectual. Aprendizado!

Desde a metade do ano passado, tenho tido aulas de grego no seminário em que estudo. Confesso. É um idioma bem difícil.

São muitas regras e muitas mudanças em palavras, e muitas dessas mudanças alteram diretamente o significado da frase. O contexto é absolutamente alterado dependendo da declinação.

Muda-se dependendo do que se quer dizer, tanto os verbos quanto os substantivos. A Frase possui uma forma única que expressa exatamente a intenção de quem escreve. Claro, esta dificuldade também é um grande ponto positivo desta língua. É que com esse sistema exato de narrativa, as intenções de cada oração são bem definidas, sabe-se exatamente o que pensava o escritor ou o narrador de determinada sentença.

Então, a atenção em cada letra da frase em estudo deve ser máxima. Qualquer letra pode modificar o contexto.

Aprender um novo idioma mostra o quanto somos limitados em nossa compreensão. Mostra o quando nosso sistema lingüístico é distante de realidades humanas que, teoricamente, são os mesmos que nós.

Se estudarmos humanos, diremos que a comunicação é parte fundamental da convivência. Mas, não nos comunicamos entre nós. As mudanças em nossas falas chegam ao nível extremo de observarmos gregos e alemães não tendo a mínima condição de comunicação necessária para se estabelecer um diálogo simples.

Quero água! Me ajude! Por favor! Termos simples que possivelmente, você não entenderia em boa parte deste mundo de seres humanos.

Chineses, russos, ingleses, árabes, judeus. Todos falam, mas, não se entendem.

Ouve a minha oração, ó Senhor Deus dos Exércitos; escuta-me, ó Deus de Jacó. Salmos 84:8

Por anos oro ao Senhor, dificilmente peço algo ao Pai. Geralmente, é só agradecimento. Mesmo pelos problemas, geralmente tenho só agradecimentos.  Mas, por vezes, os problemas são grandes demais para eu suportar, é então que eu clamo por um milagre. Mas, ao que parece, ou Deus não me ouve ou eu não entendo o que Ele diz.

Claro que a segunda opção é a mais lógica. Por isso, cheguei a conclusão óbvia de que outro idioma que tenho tentado aprender, é o idioma de Deus.

Que Ele fala, eu não tenho dúvidas. Mas, por que eu não entendo? Por que eu não falo o idioma do Altíssimo.

É certo que Ele me ouve. É evidente que o Pai me escuta. Claro que eu não entendo a língua o Eterno. E, esta deficiência é o que me faz ser surdo. Sim, sou surdo para a linguagem de Deus. Não consigo escutar o Senhor Deus falando.

Lendo a Palavra de Deus, nota-se que o Eterno ouve e responde a seus filhos, Ele responde de forma eficaz. Abraão, Moisés, Elias e Isaías. Pedro, Paulo e João. O próprio Cristo. Todos oraram e Deus os respondeu de forma única.

Cristo disse que poderíamos, por isso eu faço. Deus fez muitos milagres estupendos, por isso, sei que pode fazer de novo se essa for Sua vontade. Cristo disse que eu poderia pedir, por isso confio e peço.

Mas, de fato eu sou surdo e, Deus não é mudo.

 

Minha oração é para que nós possamos aprender o idioma de Deus.

Por Cyssu…

Anúncios

Um pensamento sobre “Outros idiomas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s