Carta aberta aos cristocêntricos.

Nesta publicação, quero escrever uma carta aberta aos cristocêntricos. Um documento em favor de Cristo e de Seus preceitos. No dia 31 de outubro de 1517, Lutero, inconformado com o que se pregava sobre salvação, estampou na porta da Igreja de Wittenberg, as 95 teses. Ele não se conformou com a venda da salvação. Ele,

Vida por Vida.

Vida por Vida. De tudo o que temos, o mais importante é nossa vida. Não há ser existente que não fuja da morte. A vida é, sem dúvida, o que mais temos de precioso. Nossa salvação em Cristo depende de nossa vida, nosso futuro na eternidade depende de como vivemos. Como diz a música: “É

O que estará escrito em sua história?

Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou, o que o homem poderia dar em troca de sua alma? Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras nesta geração adúltera e pecadora, o Filho do homem se envergonhará dele quando vier na glória de seu Pai