Mais lenha, por favor.

Lenha-na-fogueira

 

Que lástima esta que nossa sociedade vive atualmente. Se antigamente estava ridículo e achávamos ruim, vemos que ridículo era um estágio para o sistema social atual.

Entramos hoje, num processo um pouco louco e um pouco bruto nas convenções sociais. Ou seja, juntamos a falta de discernimento lógico da loucura com a falta de tato da brutalidade como principais argumentos e, assim, criamos um padrão de comportamento absolutamente egocêntrico. Este comportamento é refletido nas ações conjuntas e vão de encontro à grupos que vivem ao nosso redor.

Pequenos grupos se juntam para celebrar a coletividade do absurdo (e quanto absurdo), se unem para reverenciar a loucura e a brutalidade com uma naturalidade que só víamos nos piores vilões dos mais criativos quadrinhos. A voz e o punho se confundem com tamanha agressividade, o verbo é tão duro quanto murro e, as ações mais devastadoras que os knockouts. O ser humano, agora, é alvo dele mesmo numa troca de farpas ideológicas que oprimem tanto gregos quanto troianos.

Esses ajuntamentos extremistas são catastróficos.

Essa nova convenção do ego está dilacerando o outro, seja lá quem ele for. Essa nova ordem coletiva faz desabar não apenas o respeito, mas, também pretende coibir o direito. Todos os lados são contra todos em volta, e, no final, toda a sociedade tem culpa e merece punição e, de fato, toda a sociedade acaba punida por conta desta nova ordem moral que está tentando se estabelecer. Ataques e contra ataques são infinitos e progressivos.

Situando o problema, vamos ao exemplo. Nos últimos anos vemos um digladiar verbal entre duas classes que buscam ser representantes de determinados grupos, todavia, não os são, ou pelo menos não são como um todo. Falo da guerra entre alguns representantes de denominações cristãs e alguns representantes de movimentos gays.

Alguns líderes cristãos atacam o homossexualismo como se esta prática fosse a maior crítica citada na Bíblia, e do outro lado, alguns líderes LGBTs atacam o cristianismo como se fosse o maior perigo social. Quem está com a razão? Quem é que tem o melhor argumento? Quem é que tem mais força? Bom, sinceramente não sei essa resposta, e quero dizer sobre tudo, que sou contra essa predisposição ao ódio.

Lembro que nem protestantes e nem gays são um grupo unificado, ou seja, não há um líder que seja reconhecido pelo todo, como por exemplo, o Papa da igreja de Roma. Aliás, não importa de onde surgiu o problema, importa é saber fazê-lo parar de forma digna, e, sobretudo, sei quem tem que acabar com esse bate boca.

Meus irmãos, se algum de vocês se desviar da verdade e alguém o trouxer de volta, lembrem-se disso: Quem converte um pecador do erro do seu caminho, salvará a vida dessa pessoa e fará que muitíssimos pecados sejam perdoados.
Tiago 5:19,20

Alimentar a inimizade entre gays e cristãos é a pior forma de apresentar o Reino de Deus para este mundo. Declaro firmemente que está é a pior prática cristã. Está claro que, ao propor que o homossexual é mais pecador que todos os outros pecadores, estamos criando um muro largo e alto na porta de nossas igrejas, impedimos a entrada de pessoas não evangelizadas em nossas congregações, afastando-os de Cristo e, como uma bola de neve, essa briga não afasta das igrejas apenas os que têm a prática homossexual, mas, afasta também quem apóia a causa. Brigas assim fecham a porta da igreja.

Não estou aqui absolvendo nada que a Bíblia condena, ao contrário, afirmo com todas as letras que a Palavra de Deus diz que o homossexualismo  é pecado, o que de fato estou afirmando é que outras tantas práticas são citadas na Bíblia também de forma condenatória e nós não nos revoltamos com tamanha veemência. Essa disparidade é que leva pessoas com intenções políticas ganharem notoriedade e espaço na mídia. Esse exagero acusador é que faz com que pessoas com péssimas intenções assumam posições políticas importantes em nosso país.

Reconheço que não há como negar que os cristãos são o principal alvo dos ataques de grupos oportunistas estes que se organizam para dizer que defendem o homossexual, penso que o fazem como trampolim político. Porém, também reconheço que não podemos simplesmente gritar de volta (em muitos casos, gritar primeiro) com um furor desesperado como se fosse este o principal argumento de Satanás. Digo ainda que, mesmo que fosse, deveríamos demonstrar amor sempre.

Se o seu inimigo tiver fome, dê-lhe de comer; se tiver sede, dê-lhe de beber. Fazendo isso, você amontoará brasas vivas sobre a cabeça dele, e o Senhor recompensará você.
Provérbios 25:21,22

Então, mais lenha, por favor.

 

Minha oração é para que você não entre neste conflito, pois, não há sequer um conflito.

 

Por Cyssu…

Anúncios

Cinema.

cineminha bacana

 

Um bom filme é sempre bem vindo. Filme é maneiro!

Filmes socializam e criam situações propicias para formar novas amizades ou, até mesmo, para que se discuta temas e significados daquilo que foi exposto na tela.

Assistir a um bom filme, sozinho ou acompanhado, é bem legal. E, são muitas as combinações para assistirmos filmes. Pipoca, refrigerante, café… Todos esses ingredientes são ótimos para acrescentar ao divertimento, mas, ainda sim, acredito que a melhor combinação mesmo é uma boa companhia.

Como é bom assistir a um filme maneiro com uma companhia também maneira. No escurinho cinema então…

E, se a tua mão direita te escandalizar, corta-a e atira-a para longe de ti, porque te é melhor que um dos teus membros se perca do que seja todo o teu corpo lançado no inferno.
Mateus 5:30

Isso mesmo. Arranca fora! Se é o olho, se é a mão, ou que quer que seja. Ampute!

Tem disposição de arrancar fora o que te faz pecar no escurinho do cinema? Tem moral?

Essa atitude extrema, retirada das palavras do próprio Cristo, se refere a qualquer coisa que te faz pecar quando ninguém está te vendo. Esse é um tipo de atitude extrema que serve para mostrar o quanto é importante ser precavido. E, precaução é fundamental para salvação.

Sim, concordo que todos pecamos e que ninguém vai passar por essa terra sem pecar. Todos vamos pecar, mas, quando achamos legal pecar, geramos um problema grave. Quando pecamos tendo consciência do pecado, ele se torna maldade.

O pecado na vida do crente deve ser um tropeço, apenas um deslize. Algo que foi feito sem querer e, logicamente, esse pecado deve gerar arrependimento, para ai sim, se obter o perdão.

Como posso ser perdoado por um erro que eu gosto de cometer?

Se eu gosto de errar, significa que com certeza eu vou errar de novo.

O pecado deve ser uma exceção na vida de quem crê que o Espírito Santo habita dentro dele.

Uma forma de se precaver é observar os erros dos outros. Claro, é bem melhor aprender com os erros de terceiros que ter que aprender com os próprios erros.  Observe bem os testemunhos que são dados tanto na própria Palavra de Deus quanto nos templos cristãos espalhados pelo mundo.

Quantas vezes você já ouviu falar de pessoas que pareciam totalmente retas e, por um motivo aparentemente besta, caem em pecado e arruínam toda uma caminhada cristã? Isso não é muito difícil de acontecer. Basta dar espaço à sua carne.

No seu bairro mesmo deve haver alguém com um testemunho bonito e edificante que, certamente vai te ajudar na área que você mais precisa

“Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca”.
Mateus 26:41

E é muito fraca.

Não dê chance para o azar. Seja exagerado em ser reto. Faça de tudo para ser honesto com seu Deus.

Lembre-se sempre que o Espírito Santo de Deus habita em você. Vigie, por favor, vigie! Vigie principalmente do pecado sexual, que hoje com certeza, é o que mais parece atraente. Esse é o pecado do momento. O que tem mais propaganda.

Esse pecado quer acabar com a juventude do mundo. Transformar toda uma geração em adultera.

E, o apelo ao sexo é a propaganda de Satanás, em todas as esquinas e em todos os programas de TV vemos escrito ou dito para fazer sexo, fazer muito, fazer agora, fazer mais, fazer com a maior quantidade de pessoas que você poder, experientar muito, experimentar tudo, pra não se frustrar no futuro.

Na real, prega-se uma falsa liberdade. Pintam uma algema, cobrem de ouro, ornamentam bem, mas, ela continua sendo algema e, só vai servir para prender. Isso é prisão sexual.

Nosso inimigo é cruel e covarde, ele joga baixo, porém, o Diabo joga muito bem. Se der mole, Xeque Mate.

Mas, se não conseguem controlar-se, devem casar-se, pois é melhor casar-se do que ficar ardendo de desejo.
1 Coríntios 7:9

Minha oração é para que você conheça sua fraqueza, para que você confesse-a para Deus. Aceite ser amado por Jesus e saiba que você está lavado pelo sangue do Cordeiro. Cristo morreu para te salvar do pecado, para de curar do pecado. Saiba onde você está mais propenso a falhar e peça para o Eterno te ajudar nesta área.

Por Cyssu…

Te amo, inimigo!

Esta semana assisti a um vídeo que me ofendeu muito. Não vou postá-lo aqui, nem vou fazer propaganda deste vídeo. Mas, se trata de um vídeo-clipe onde uma pessoa banaliza o nome de Jesus ofendendo assim, todo o cristianismo.

Xingamentos e insinuações sexuais são à tona desse vídeo que, sinceramente, me deu nojo.

Esta semana fui vítima.

Vítima deste vídeo de baixo teor de moral, mas, fui principalmente vítima de um velho homem que ainda mora dentro de mim, percebi que esse camarada ainda está bem vivo.

Dediquem-se uns aos outros com amor fraternal. Prefiram dar honra aos outros mais do que a si próprios.
Romanos 12:10

Quando terminei de assistir ao vídeo, passei a analisar os comentários que foram feitos. Todo de total apoio ao clipe. Vários com alto teor de preconceito. A doutrina do ódio ao crente tem crescido a ganhado forma.

Eu, cheio de ódio, pensei em responder a cada comentário. E, no final, apenas dei um pequeno sorriso com o canto da boca e falei (falei mesmo, falei sozinho na frente do computador) quero ver achar essa graça toda quando estiver queimando no inferno.

Foi então que me tornei ridículo.

Se alguém lhe bater numa face, ofereça-lhe também a outra. Se alguém lhe tirar a capa, não o impeça de tirar-lhe a túnica.
Lucas 6:29

Quando fui acometido por esse velho homem vingativo e rancoroso, deixei de olhar para o meu Redentor. Passei a olhar para o fim de um pseudo-inimigo que de alguma forma me ofendeu. Nem lembrei do perdão, sequer passou pela minha cabeça que eu precisava orar por essa pessoa.

Eu deveria naturalmente, ter perdoado e orado. Mesmo que tenha ficado irado, Deus permite que as pessoas façam o que achem que devam, e, nossa lei permite que as pessoas se manifestem com “liberdade”. Quando revido o ódio com o próprio ódio, me torno mal, me torno a imagem e semelhança de Satanás.

Seguindo o mandamento de Cristo o meu Senhor, devo olhar para alguém numa posição contrária a minha com respeito e misericórdia. Devo amar meus opositores.

Quando meu coração, racionalmente, desejou o inferno para aquela pessoa, abri a porta do inferno pra mim mesmo.

Se, tendo escapado das contaminações do mundo por meio do conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, encontram-se novamente nelas enredados e por elas dominados, estão em pior estado do que no princípio.
Teria sido melhor que não tivessem conhecido o caminho da justiça, do que, depois de o terem conhecido, voltarem as costas para o santo mandamento que lhes foi transmitido.
Confirma-se neles que é verdadeiro o provérbio: “O cão voltou ao seu vômito” e ainda: “A porca lavada voltou a revolver-se na lama”.
2 Pedro 2:20-22

Te amo,  inimigo!

Na verdade, nem te considero mais por esse adjetivo!

Minha oração é para que nós não nos esqueçamos de amar nosso inimigo. Que em situações onde alguém queira nos ofender ou difamar, que lembremos da cruz e todo o sofrimento de difamação que nosso Redentor passou sem sequer se zangar. Oro para que tenhamos amor fraternal, ofereçamos a outra face e, que oremos por nossos opositores e, principalmente, para que sejamos santos, acima de tudo.

Por Cyssu…