Certa vez.

martires

Certa vez, um pensador que estudou a história do cristianismo chegou a seguinte conclusão:

Talvez não exista nada que tenha denegrido tanto a Glória de Deus como a história de Seu povo na igreja.

Incrivelmente certo, Lloyd Jones enfrentou duras críticas a respeito de sua conclusão. Foi confrontado e duramente questionado sobre o ponto de vista que acabara de obter.

Acredito que ninguém tenha ido tão a fundo na história do cristianismo quanto Dr. Jones. Esse senhor, que buscou acima de tudo, expor a verdade para as pessoas que o ouviam, não se importou com o que aconteceria no momento em que divulgou (em um congresso cristão gigantesco) sua quase que irrefutável, convicção a respeito das coisas que aconteceram – e aconteciam – em meio ao povo de Deus.

Realmente, analisando friamente e sem paixões, devemos concordar com Dr. Jones, afinal, basta lermos um pouco para observamos o quanto foram cruéis alguns anos de domínio do cristianismo. Europa e África, ainda hoje, não engolem o que alguns cristãos praticaram por lá.

Essa revolta é plausível.

Analisando grosseiramente, podemos concluir que, se não fosse o fator sorte, o cristianismo teria ido à derrocada. Não chegaria aos dias de hoje, nem sequer seria conhecido.

Mas, Dr. Lloyd Jones foi muito mais findo em sua argumentação, afinal, como cristão e com o Espírito Santo de Deus atuando em seu coração (afirmação minha) jamais ele iria simplesmente acusar o modelo em que ele estava diretamente inserido, e por que não dizer que ele jamais acusaria a Verdade de estar errada.

O pensador em questão, em seus estudos, analisou o fato de a história nos mostrar grandes falhas dos seres humanos e, mesmo assim, mostrar grandes acertos de Deus. Sim, é como diz o dito popular, Deus escreve certo (com Suas próprias mãos), por linhas tortas (nossas costumeiras atitudes).

Jones sabia que poderia expor os grandes erros dos seres humanos que levaram por muito tempo o nome do cristianismo para um lugar de desgraça, pois sabia que muitos mais foram os que foram fieis até a morte. Ele sabia que seria possível apresentar como referência para que as mesmas coisas não voltassem a acontecer.

Conhecer os erros dos seres humanos que nos antecederam nos faz sermos melhores, pois bem, é muito melhor aprender com os erros dos outros que com nossos próprios erros.

Depender simplesmente do ser humano é muito complicado e, logicamente, Deus não nos deixaria sozinhos com uma tarefa tão complicada quanto a de levar a Verdade a todos os povos. Por isso, Deus levantou profetas, derramou seu próprio sangue por meio de Cristo e se manifesta diariamente em nossos corações por intermédio do Espírito Santo.

Dá-nos ajuda contra os adversários, pois inútil é o socorro do homem.

Salmos 108:12

Evidentemente, Deus que é perfeito, não nos deixaria. Ele sabe que dependemos inteiramente Dele. E, para uma obra tão importante quanto a de levar o evangelho para toda a criatura e prega-lo para todas as nações, o Eterno nos condicionou ao seu Santo Espírito.

Somos ligados a esse Espírito que nos constrange a sermos puros e santos também, claro que não conseguimos ser santos como devemos, mas, se não fosse o Espírito que habita em nós, entraríamos em parafuso, cairíamos e morreríamos. De fato, o mundo já teria se extinguido sem a presença do Espírito do Altíssimo.

Sabendo disso, e tendo em mente que a Palavra de Deus é a Verdade, temos a convicção de que, mesmo com a grande verdade dita por Dr. Jones, Deus jamais desamparou seu povo. Grandes homens começaram uma grande obra que se espalhou (mesmo com erros) e hoje é a história mais conhecida deste planeta. Essa história ganhou traduções, tradições, ganho até novas formas mas, nunca deixou de ser contada de geração em geração.

Quem mais, a não ser Deus, pode estar por de traz disto?

Quem seria tão representativo a ponto de manter fiel, um documento escrito por pessoas de várias etnias em várias épocas diferentes?

Quem mais guiaria um povo a devoção por meio de um documento antigo e que muitas vezes afronta o ser humano atentar ser o que a própria carne nega?

Argumentos?

Nada disso… O responsável é Jesus Cristo que deixou o Consolador para que nós pudéssemos estar sempre próximos ao Pai.

E, a forma principal de Cristo ser adorado da forma mais correta possível, é a meditação da Palavra que é a Verdade.

Ler a bíblia é fundamental.

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.

2 Timóteo 3:16-17

Sem conhecer a palavra, vamos cometer os erros que Deus deixou como exemplo para não fazermos, e sem conhecermos a história do povo de Deus, vamos perecer nos mesmos vacilos que muitos pais da igreja cometeram.

Minha oração é para que você busque o conhecimento. Medite nas Escrituras, conheça sua história e seja luz nesse mundo de escuridão. Não se preocupe, Deus é contigo!

Por Cyssu…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s