Foi mal.

pedrada

Quem nunca errou, atire a primeira pedra.  Algo que Cristo disse e, que se transformou em ditado popular.

Errar é um ato inerente ao ser humano. Todos nós erramos e, infelizmente, vamos continuar errando.

O problema de fato, não é errar. É persistir no erro enchendo o peito de orgulho e soberba. Ruim é quando alguém erra e, mesmo tropeçando na verdade o tempo inteiro, não assume que, neste caso, está errado.

Outro dia, assistindo a TV, comecei a observar que a ciência não admite ter errado.

A própria evolução das espécies é um teoria que não se sustenta e, mesmo assim, esse tema virou um paradigma que não pode ser afrontado. Hoje, no meio científico é praticamente proibido levantar uma hipótese que venha de encontro à essa teoria. Uma teoria que foi criada por um camarada que não tinha os equipamentos que hoje temos e, com esses equipamentos, hoje, podemos observar que , um processo evolutivo é tão complexo, mais tão complexo que é permeado pelo impossível.

A própria ciência afirma que apenas vida gera vida.

Isso tudo fora os tais fósseis transicionais que nunca foram achados, as já descobertas fraudes dos esqueletos de supostos homens pré-históricos e, o que eu acho que é o mais terrível, a mentira da fossilização que se encontra em seu livro de biologia. Neste último exemplo, a milhares de anos, um peixinho nadando tranquilo encontra com a morte, esse peixinho (que morreu de causas naturais) agora morto, afunda, é soterrado e, milhões de anos depois deste fato, é encontrado fossilizado.

Ora bolas, só num livro de biologia que um peixe (ou qualquer outro animal) morre e afunda, isso devia ser algo típico do mundo jurássico, porque os animais de hoje, todos eles morrem e boiam. Do peixinho até a grande baleia, todos eles boiam.

Esse é só um exemplo de orgulho, da falta de reconhecimento de um erro grosseiro que nos é imposta numa ditadura evolucionista que não convence nem seus defensores.

Mas, e quando o erro está em mim?

Como posse fazer para que meu erro não se transforme num paradigma de minha personalidade?

Basta usar a lógica, e junto a ela, o bom senso.

A lógica é muito boa pra reflexão racional de atitudes tomadas.

O bom senso te leva a um momento de avaliação emocional do caso.

Assim devemos ouvir, refletir e, se for o caso, mudar.

O que rejeita a instrução menospreza a própria alma, mas o que escuta a repreensão adquire entendimento.

Provérbios 15:32

Estar aberto aos bons conselhos também é bom para o crescimento, a própria Palavra de Deus afirma:

Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.

Provérbios 11:14

Ouvir bons conselhos, de mais de um amigo é importante. Claro que ovir conselhos significa que você procurará pessoas com o mínimo de bom entendimento para te ajudar num erro.

Por exemplo, se você é casado, não procure conselhos com solteiros.

Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento.

1 Coríntios 14:20

A reflexão sem dúvida, vai nos mostrar nossos próprios erros. A reflexão honesta vai nos mostrar o caminho que traçamos e o que deveríamos ter traçado. Refletir sobre nossos atos é fundamental para que não venhamos a cometer os mesmos erros. Afinal, errar é humano, continuar errando é asneira.

Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?

Mateus 16:26

Mudar é um passo complicado, e, é um passo tremendamente importe para um ajuste. A capacidade de mudar mostra sabedoria. Mudar é ora quem é bom, honesto e pra quem tem uma intimidade com Deus.

Reconhecer o erro e mudar.

Outro passo é perdoar. Perdoar qualquer pessoa, mesmo que esse erro seja praticado pelo mesmo indivíduo seguidas vezes, mesmo que esse erro seja praticado contra você 490 vezes.

Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?

Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.

Mateus 18:21-22

Perdoar é tão importante.

Reconhecer um erro é importante.

Nossos pais nos disciplinavam por curto período, segundo lhes parecia melhor; mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade.

Hebreus 12:10

Reconhecer o erro é o mesmo que admitir o pecado, e, com o arrependimento, não se pratica mais esse tipo de pecado.

Perdoar é ter o coração que agrada a Deus.

Minha oração é para que você não só perdoe mas, que você possa reavaliar suas atitudes e, com sua análise que você possa mudar e melhorar sempre!

Por Cyssu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s