Qual é o seu nome?

 

Qual é o seu nome?

 

Essa é uma pergunta básica no convívio social. É assim que se iniciam algumas conversas; é assim que se abre um crediário, que se faz matrícula, enfim, o nome é uma identidade. Melhor, o nome é a identidade.

 

Para alguns povos, o nome é uma benção que se dá ao filho. Como uma profecia. A bíblia, por exemplo, é lotada de nomes com os mais diferentes significados.

 

Abrão significa Pai Elevado, Betânia significa Lar Para Pobres, Cefas significa Rochedo, e assim vai.

 

Agora vou desabafar.

 

Meu nome é Cyssu Lourenço do Nascimento Pantaleão. Isso mesmo, meu nome é esse aê. Complicado?

 

Sempre foi muito complicado pra mim. Nas chamadas do colégio, sempre antes do meu nome, existiu uma engasgada da professora. E,na sequência, a pergunta, é assim mesmo meu filho?

 

Nunca acertaram meu nome de primeira, se não erram na grafia erram na pronúncia. Posso garantir que não é agradável ter que ficar corrigindo as pessoas a respeito disso.

 

Quando a gente tem um nome que não significa nada, o que nós significamos?

 

Se, os nomes e seus significados são profecias para os filhos, e, assim, uma forma que abençoar as crianças com um futuro promissor. O que um nome que não significa nada pode fazer com uma pessoa? Será que, um nome assim, profetiza uma insignificância?

 

Lembra de Issacar. Seu pai, Jacó, lhe seu um nome e, além disso, um péssimo adjetivo.

 

Issacar é um jumento forte, deitado entre as suas cargas.
Gênesis 49:14

 

Isso deveria ser péssimo para Issacar e toda sua tribo. Teoricamente essa tribo se estigüiria totalmente em sua ignorância. Jacó amaldiçoa seu próprio filho, dando uma nova característica para seu nome. Issacar agora é apenas um burro de carga, nada mais que isso.

 

A história de Issacar é fantástica. E, você pode conferir como foi importante nas vitórias de Israel. Verá também que essa tribo, tempos depois, foi abençoada por Moisés.

 

A respeito de Zebulom disse: “Alegre-se, Zebulom, em suas viagens, e você, Issacar, em suas tendas.
Eles convocarão povos para o monte e ali oferecerão sacrifícios de justiça; farão um banquete com a riqueza dos mares, com os tesouros ocultos das praias”.
Deuteronômio 33:18-19

 

Jesus era outro que gostava de nomes. E, tratava muitos de seus discípulos por apelidos.

 

A Simão, a quem pôs o nome de Pedro,
E a Tiago, filho de Zebedeu, e a João, irmão de Tiago, aos quais pôs o nome de Boanerges, que significa: Filhos do trovão;
E a André, e a Filipe, e a Bartolomeu, e a Mateus, e a Tomé, e a Tiago, filho de Alfeu, e a Tadeu, e a Simão o Zelote,
E a Judas Iscariotes, o que o entregou.
Marcos 3:16-19

 

Todos com seus significados específicos e, que caracterizavam exatamente como eram os gênios dessas pessoas.

 

Mas, voltemos ao meu problema.

 

Por muitas vezes, eu quis mudar de nome, pensei nisso várias vezes. No final das contas, não fiz isso.

 

E, esse não é o meu papel, isso, o próprio Deus fará por mim.

 

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.
Apocalipse 2:17

 

Minha oração é para que nós tenhamos curiosidade para sabermos qual será nosso novo nome. E que esta curiosidade nos leve a uma vida reta e cheia de amor, paz e unção. Que nossas vidas sejam pautadas na disciplina exigida por Cristo e assim, quanto o grande dia chegar, nós possamos pegar nosso novo nome, que foi muito bem escolhido, por Deus.

 

Por Cyssu…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s